7 de outubro de 2011

Guerra Fria (2ª Parte)

 Após o suicídio de Hitler na Segunda Guerra Mundial, a Alemanha havia ficado sem um chefe de estado, e sob o domínio norte-americano e soviético.

A Alemanha na Guerra Fria

• Após a Alemanha ser tomada pelas tropas soviéticas em maio de 1945, o ex líder nazista, Adolf Hitler, teria se suicidado, deixando o futuro do país nas mãos dos vencedores da Segunda Guerra, ou seja, URSS e EUA.

Consequências da anarquia Alemã

• Dissolução das SS, tropas de assalto do regime nazista, pelos aliados

• Julgamento dos criminosos e financistas nazistas no Tribunal de Nuremberg, criado na Conferência de Potsdam.

• Execução, pelos aliados, de dez dos doze líderes nazistas responsáveis pelos campos de concentração

• Depois de o território alemão ser dividido entre zonas de influência britânica, francesa, norte-americana e soviética, na Conferência de Potsdam (1945), houve a unificação das zonas britânica e americana, fazendo com o que o território voltasse a ser administrado pelos alemães (1946).

• Também em 1946, ao leste da Alemanha, região sob influência soviética, foi criado a partir da junção dos partidos comunista e socialista, o PSU, Partido Socialista Unificado

• Em 1948, os soviéticos bloquearam os acessos ferroviários e rodoviários à cidade de Berlim, temendo a formação de um estado alemão de tendência capitalista.

A divisão da Alemanha em duas repúblicas

• Ao oeste da Alemanha, foi formado em 1949, a República Federal da Alemanha, sob a influência dos aliados

• Também em 1949, foi formado ao leste da Alemanha, a República Democrática Alemã, esta sob influência soviética

• A Alemanha do oeste foi fundamentada sob o capitalismo, e com a participação dos EUA em seu desenvolvimento.

• A Alemanha do leste foi fundamentada sob o socialismo, e por ser de outrora uma região menos desenvolvida da antiga Alemanha, a República Democrática Alemã encontrou dificuldades maiores na administração da região socialista.

O muro de Berlim

• Em 1961, foi erguido na cidade de Berlim, interior da República Democrática Alemã, um muro que separava parte da cidade das zonas administradas sob o sistema capitalista. A obra foi construída pelo governo democrático da Alemanha, e tinha a finalidade de impedir a fuga dos habitantes da parte oriental de Berlim para as zonas capitalistas da cidade.

Construção do Muro de Berlim, durante a Guerra Fria.

Leia também "A China na Guerra Fria" (CLIQUE AQUI)

Um comentário: