15 de outubro de 2011

A função e os tipos de conectivos

 A conexão de termos vocabulares em períodos simples ou compostos pode ser estabelecida pelos conectivos: conjunção e preposição.

Conjunção

Palavra invariável que tem a função de ligar elementos linguísticos: palavras, frases, etc.

Classificação Constituinte das Conjunções

Conjunções Simples: formadas apenas por uma palavra.

Exemplos:

- E
- Todavia
- Entretanto
- Embora
- Portanto
- Pois
- Mas
- Que
- Ou

Conjunções Compostas: formadas por duas ou mais palavras.

Exemplos:

- Desde que
- Salvo se
- À medida que
- De modo que
- No entanto

Conjunções bimembres: conjunções que funcionam em pares.

Exemplos:

- Se se
- Nem nem
- Ou ou
- Mas também
- Seja seja

Preposição

Palavra invariável que tem a função de conectar o elemento coordenado ao elemento subordinado de uma oração.

Preposições simples: formadas apenas por uma palavra.

Exemplos:

- Para
- Por
- De
- A
- Desde
- Após
- Com
- Em

Preposições compostas: formadas por uma ou mais palavras.

Exemplos:

- À (a + a)
- De acordo com
- Por detrás de
- Por cima de
- Por baixo de
- Abaixo de
- Acerca de
- A fim de

Preposições acidentais: formadas por palavras que podem funcionar como preposições em raras ocasiões.

- Conforme
- Consoante
- Afora
- Senão
- Segundo

Preposições simples combinadas: formadas por palavras que se unem sem perda de nenhum de seus elementos constituintes.

Exemplos de Combinação:

A + O = Ao (preposição simples “a” somada ao artigo masculino “o”)
A + ONDE = Aonde (preposição simples “a” somada ao advérbio “onde”)
A + FORA = Afora (preposição simples “a” somada ao advérbio “fora”)

Preposições simples contraídas: formadas por palavras que perdem um ou mais de um dos seus elementos constituintes.

Exemplos de Contração:

D + O = Do (preposição “de” na forma “d” somada ao artigo masculino “o”)
^ perde-se o elemento “e”.

N + O = No (preposição “em” na forma “n” somada ao artigo masculino “o”)
^perde-se o elemento “em”.

DA + AQUELE = Daquele (preposição “de” na forma “da” somada ao pronome “aquele”)
^perde-se dois elementos, primeiro o elemento “e”, e segundo o elemento “a”.

Conjunções coordenativas e subordinativas

Conjunções coordenativas

• Conjunções que ligam elementos lingüísticos de equivalente função sintática

Ex:

Marcelo está sempre alegre ou entusiasmado. (Oração coordenada)
Luísa assistiu ao noticiário global, mas não gostou. (Oração coordenada)

Exemplos de conjunções coordenativas:

Mas, e, porém, entretanto, ou, etc.

Conjunções subordinativas

• Conjunções que ligam elementos linguísticos de diferente função sintática, em que um subordina o outro

Ex:

Marcelo comprou um celular moderno, pois gosta de jogar games que possuem ultra gráficos. (Uma oração coordenada e uma oração subordinada)

Explicitando:

Equivalente: “Marcelo comprou um celular moderno, pois gosta de jogar games...”
Não equivalente: “que possuem ultra gráficos.”

Marcelo disse que o celular era bonito. (Uma oração coordenada e uma oração subordinada)

Conjunção coordenativa e subordinativa numa mesma frase

Luísa assistiu ao noticiário global, mas não gostou porque percebeu que estava sendo manipulada. (Três orações coordenadas e uma subordinada)

Explicitando:

Equivalentes: “Luísa assistiu ao noticiário global,...”, “mas não gostou..."porque percebeu” (Coordenadas)
Não equivalente: “...que estava sendo manipulada.” (Subordinada)

Preposições e seus múltiplos sentidos

Abaixo, exemplos de períodos simples em que as preposições têm diversos significados:

Carro de Ana. (Ideia de posse)
Carro de corrida. (Ideia de tipo, finalidade)
Carro de metal. (Ideia de matéria)
Carro do século passado. (Ideia de tempo)
Irei a São Paulo. (Ideia de aproximação)
Vou ao Rio de Janeiro. (Ideia de aproximação)
Chego de São Paulo. (Ideia de afastamento)
Venho do Rio de Janeiro. (Ideia de afastamento)

A preposição na frase

Abaixo, exemplos comparativos de frases que precisam de preposição ou não:

Os telespectadores assistiram ao programa da televisão.
Os telespectadores assistiram o programa da televisão.

O torcedor assistiu ao jogo.
O torcedor assistiu o jogo.

(Em que “o” é artigo masculino. Na verdade, o termo correto seria o emprego da preposição “ao” na última frase das respectivas duas frases acima, mas na linguagem coloquial, muitas pessoas usam artigos para conectar substantivos que deveriam ser regidos por preposições. Não havendo alteração de sentido na frase, aceita-se, informalmente, o uso de artigos em vez de determinadas preposições.)

A Crase

Casos em que ocorre crase:

Fusão do artigo feminino “a” com a preposição “a”: à
Fusão do pronome demonstrativo “a” com a preposição “a”: à
Fusão de pronomes demonstrativos “aquele”, “aquela”, “aquilo” com a preposição “a”: Àquele, Àquela, Àquilo
Fusão de pronomes relativos “a qual”, “as quais” com a preposição “a”: à qual, às quais

• Reflexões para o emprego da crase:

1º O termo regente pede a preposição? Se sim, passe para a 2º pergunta.
2º O termo regido admite o artigo feminino? Se sim, use a crase.

3º Verbos admitem o artigo feminino “a”? Não, portanto nunca há crase antes de verbo!

4º Posso ter crase diante de palavra masculina? Sim, desde que a preposição dê o sentido de “à moda de” ou “à cidade”. Por exemplo: “Dança à tango”, “Vou à Nova York.”
5º Há crase após palavras femininas repetidas? Não, por exemplo, não há crase em “cara a cara”.

Dicas para tirar dúvidas quanto à crase:

- Substituir a palavra feminina por uma masculina, caso possível, desde que não interfira na regência. Por exemplo, “Assisti à dança angolana.”, “Assisti ao gingado angolano.”. Em que “ao” é preposição, logo pedirá crase diante de palavra feminina, como em “... à dança...”.

Crase em pronomes demonstrativos

Ocorre sempre quando o termo regente solicita preposição, como exemplos:

Àquilo vocês viram?”, transparecendo a ligação: “A aquilo vocês viram?”.
“Vi àquilo assustado.”, transparecendo a ligação: “Vi a aquilo assustado.”
“Sentimos àquilo”, transparecendo a ligação: “Sentimos a aquilo.”

"Quando o português é igual a matemática, e só se aprende, de fato, o praticando."

2 comentários:

  1. até q enfin achei as regras da crase, valeuu hein

    ResponderExcluir
  2. Me ajudou muito!!!!!!!!

    ResponderExcluir